Indy – Herta vence GP de Long Beach e Palou sagra-se campeão de 2021!


Alex Palou usou de uma estratégia conservadora para ser campeão


Ao comando do duas vezes vencedor de Long Beach, Michael Andretti, os pilotos da Indy ligaram seus motores na tarde ensolarada na Califórnia para a última corrida da temporada. Alex Palou, Pato O’Ward e Josef Newgarden foram para a corrida com chances reais de vencer o campeonato mas no final, o título ficou mesmo com Alex Palou que contou com a sorte ao ver o”Ward ser tocado por Ed Jones ainda no início da prova. Para Palou restou fazer uma corrida tímida mas consciente que no final rendeu ao piloto o título de 2021 da Indycar – o primeiro de um espanhol na categoria – com Newgarden terminando em segundo e O’Ward ficando em terceiro na classificação final.

Como foi a corrida

https://twitter.com/IndyCar/status/1442214878555656193?s=20

Largada para o GP de Long Beach. Reprodução Twitter Indycar

Luzes verdes e Newgarden recebem enorme pressão de Dixon, Castroneves e Pagenaud, mas consegue manter a primeira posição. Mais atrás O’Ward trava disputa com Grosjean e fica a frente do franco-suiço da Dale Coyne. Porém a sorte do mexicano acabou de forma muito rápida. Na curva final, do Hairpin, Ed Jones acaba tocando na traseira no Arrow McLaren do mexicano causando a rodada e posterior ida do carro 5 aos boxes para reparos. Alex Palou que vinha logo atrás chegou a tocar no carro do inglês da Carpenter, mas não sofreu danos. Pato voltou para a corrida na 25ª posição e já se viu em condições muito difíceis na luta pelo título.

https://twitter.com/IndyCar/status/1442215181086453764?s=20

Toque de Jones em O’Ward. Reprodução Twitter Indycar

É dada a relargada e Grosjean que vinha então na quinta posição força para cima de Rosenqvist e consegue ultrapassar o 7 da McLaren. Então começa a pressionar Helinho que vinha na terceira posição. Um pouco mais atrás Colton Herta que largou na 14ª posição já vinha na sexta posição depois de grande início de corrida. O pupilo da Andretti mostrou ter em muitos momentos do final de semana um dos melhores acertos para a corrida deste domingo.

Pato dá adeus a chance de título!

Na volta 18 a transmissão mostra O’Ward lento na reta principal. A câmera traseira do carro mostrou problemas na transmissão traseira do seu carro certamente decorrentes do toque que levou de Ed Jones. Com isso as chances de título do mexicano foram enterradas definitivamente.

https://twitter.com/IndyCar/status/1442220813592236034?s=20

O’Ward dá adeus às chances de título. Reprodução Twitter Indycar

Bandeira amarela é deflagrada na pista e Herta vai para os boxes enquanto ocupava a sétima posição na volta 19 enquanto na volta 20 os líderes da prova, Newgarden e Dixon também vão para os boxes enquanto mais atrás Palou também vai para os boxes. Todos colocaram pneus duros para este stint da prova. A Meyer Shank decidiu manter Helio Castroneves na pista em uma estratégia duvidosa assim como a Dale Coyne também manteve Grosjean na pista, em uma estratégia que certamente pensava em um final de prova mais acidentado com bandeiras amarelas.

Na volta 25 é dada a relargada com Helinho liderando enquanto Grosjean nem cruza a linha de chegada e já vai para os boxes para sua parada. Na volta seguinte Marcus Ericsson bate na barreira de pneus da curva 1 e causa nova bandeira amarela.

https://twitter.com/IndyCar/status/1442224474301083653?s=20

Ericsson bate e causa bandeira amarela. Reprodução Twitter Indycar

Na volta 31 relargada e Herta não toma conhecimento de Dixon e avança para a segunda posição e vai à caça de Newgarden que vinha na liderança. Grande prova de recuperação do piloto da Andretti (e pensar que este carro no ano passado estava com Zach Veach – quem???). Na volta 32, Herta passa Newgarden e se torna o virtual líder dos carros que já haviam parado aguardando somente aqueles que vinham em uma estratégia alternativa para fazerem suas paradas nos boxes.

https://twitter.com/IndyCar/status/1442226663215943681?s=20

Herta ultrapassa Newgarden pela liderança da prova. Reprodução Twitter Indycar

No momento em que Herta ultrapassou Newgarden ficou claro que o rendimento do 26 da Andretti era muito superior aos demais. O piloto chegou a ser meio segundo por volta mais rápido assim que teve pista livre e já tinha quase 5 segundos de vantagem sobre Newgarden que vinha na segunda posição seguido por Dixon que vinha em terceiro. Palou enquanto isso vinha em 5 no meio do pelotão que estava amarrado por Newgarden que não tinha um bom desempenho com os pneus duros e claramente segurava os carros atrás de si.

Na volta 49 Hunter-Reay em sua despedida da Andretti – que anunciou a contratação de Grosjean para 2022 – sofre um estouro de pneu e vai para os boxes. Enquanto isso, Castroneves sofre com uma estratégia errática da Meyer Shank e vem somente na 24ª posição da corrida.

Na volta 63 Oliver Askew e Conor Daly batem e causam mais uma bandeira amarela dando mais emoção para o final da prova. A pista é rapidamente limpa e já na volta 65 a prova recomeça com Herta a frente seguido de perto por Newgarden, trazendo atrás Dixon, Palou que vem fazendo mais do que o necessário para garantir o título, Pagenaud em sua despedida da Penske vem em quinto com Rossi, Harvey, Bourdais, Sato e Power completando o top-10 da prova.

https://twitter.com/IndyCar/status/1442235898972700682?s=20

Incidente entre Daly e Askew. Reprodução Twitter Indycar

Palou matematicamente campeão!

Na volta 77 Herta atinge um número de voltas que impediria Newgarden de ser campeão. Nesse momento, contando com o abandono de pilotos como Veekay, Ilott, Ericsson, O’Ward que voltou à pista mas vinha 34 voltas atrás, o piloto poderia até abandonar a prova que mesmo que Newgarden vencesse a prova ele seria campeão. Fez mais e chegou na quarta posição, tornando-se o primeiro espanhol campeão da Indycar, o primeiro europeu desde Dan Wheldon, o primeiro título do carro 10 da Ganassi desde o título de 2011 com Dario Franchitti. Tornou-se ainda o 67º campeão diferente na história da Indycar (levando em conta todas as categorias que foram chanceladas pelo regulamento Indycar).

Herta venceu a prova com Newgarden chegando na segunda colocação e Dixon completando o pódio da prova.

Herta venceu a prova neste domingo. Reprodução Twitter Indycar

O campeonato terminou da seguinte maneira:

https://twitter.com/CGRTeams/status/1442242775639023618?s=20

Os Donuts voltaram! Palou comemora título da Indy! Reprodução Twitter Indycar

Alex Palou – 549 pontos

Josef Newgarden – 511 pontos

Pato O’Ward – 487 pontos

Scott Dixon – 480 pontos

Colton Herta – 455 pontos

 

Renato Moraes

Autor

Renato Moraes

TAGS:
indy
race
racing
longbeach