Destaques Rally

Marcondes e Paulucci encaram o desafio do Rally Rota Sul

  •  
  •  

Quinze anos se passaram desde sua última edição, fazendo crescer ainda mais a expectativa de todos para a prova que marcará o encerramento da temporada 2019.

A dupla paranaense Mario Marcondes e Artêmio Paulucci já estão novamente de malas prontas. O destino é a pitoresca cidade de Pelotas no Rio Grande do Sul, para a disputa do Rally Rota Sul, competição válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e também pelo Campeonato Sul-Americano de Carros (CODASUR).

Após um hiato de pouco mais de três meses, piloto e navegador vão encarar duas especiais que juntas somarão algo próximio de mil quilometros de percurso,saindo de Pelotas com destino a capital gaúcha Porto Alegre.

O Rio Grande do Sul é considerado berço do rally no país, com um número grande de competidores e torcedores. Motos, carros, quadriciclos e UTVs estarão acelerando por lugares e paisagens que poucos brasileiros conhecem.

“Sabemos que o povo gaúcho é aficcionado por automobilismo, tenho estado nos autódromos gaúchos competindo com carros de endurance, e eles estão sempre por lá, uma torcida que entende da competição. Talvez as principais equipes de rally do pais estejam no RS”, comenta Marcondes, piloto que sagrou-se campeão brasileiro de endurance com uma etapa de antecipação há pouco mais de um mês, competindo pela categoria P4 a bordo de um protótipo MXR.

O Sertões Series Funciona como se fosse o campeonato brasileiro de provas off-road. O Sertões é a competição âncora da série, a única etapa de longa duração. A edição 2019 do Series, que se encerra com o Rota Sul, teve antes o Rally RN (abril); o Rally do Jalapão (Junho), o Sertões (Agosto) e o Rota Sul (Dezembro). O calendário 2020 Series será divulgado durante a festa de premiação e encerramento do Rota Sul no dia 7 de dezembro.

Marcondes e Paulucci estarão estreiando um novo carro em uma nova categoria. Trata-se de um protótipo com motorização Chevrolet de 8 cilindros (identico aos que são utilizados na Stock Car), com um câmbio de seis marchas SADEV sequencial.

“É uma concepção totalmente diferente do que estavamos acostumados. Competimos nos últimos três anos no Sertões, uma prova de longa duração com muitas especiais, e aproximadamente 5.000 km de percurso com uma caminhonete com pouca preparação, um veículo de rua adaptado para competir. Agora estaremos a bordo de um veículo projetado e construido para competições. O Rally Rota Sul é mais curto, dois dias de especiais que com certeza irão exigir mais do conjunto e dos competidores. Realizamos testes na região de Curitiba com o novo carro, e gostamos muito do resultado. Agora é tentar acostumar com as reações, aprender a usar da melhor maneira o equipamento, estamos acreditando que será um grante teste para nós, em uma nova categoria, bem mais rápida e muito mais competitiva”, avalia Marcondes.

o Rally Rota Sul terá seu início no dia 05 próximo, com os protocolos de apresentação, inscrição, vistoria e prologo de largada. No dia 06/12 pilotos e equipes começam a acelerar em seu primeiro dia

de competição pelas rotas e estradas da região de Pelotas. No dia 07/12, a segunda etapa, quando os competidores deixarão Pelotas e seguirão sentido a capital do estado Porto Alegre.

A equipe Braço Curto tem o apoio de CONASA.

Texto: Viviane Alexandrino / Anselmo Branco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *