Nas- Últimas Notícias

NASCAR Monster Cup – Denny Hamlin vence no oval do Texas!

  •  
  •  

Ao contrário de outros meios de comunicação, o PLANETA VELOCIDADE está presente na NASCAR e não deixa de colocar no ar os textos semanais sobre suas três principais categorias.

E não era para menos, uma vez que tal modalidade de automobilismo, além de ser considerada a mais importante dos Estados Unidos, vem ganhando um número de admiradores cada vez maior no Brasil, seja por sua competitividade plena, seja pela preservação de suas raízes.

Vale dizer que, na semana que passou, a NASCAR anunciou o calendário de suas provas para o ano de 2020, com algumas mudanças significativas, onde o oval de Phoenix passará a ser o palco da decisão final das três principais categorias, no lugar de Homestead – Miami.

Além disso, a prova de Indianápolis, que encerrava a fase regular é substituída pelo superspeedway de Daytona, em uma verdadeira inversão de papéis.

Tais modificações serão objeto de um texto específico em um futuro próximo e, como são situações que ocorrerão apenas na próxima temporada, vamos ao presente:

Neste final de semana foi a vez do oval de 1,5 milhas do Texas se transformar no palco da 7ª etapa da Monster Energy NASCAR Cup Series, que foi realizada no dia 31/03, com extensão de 500 milhas.

Para a alegria de muitos e muitos fãs, e mostrando uma boa reação da Chevrolet, o heptacampeão Jimmie Johnson (48) surpreendeu a todos e cravou a pole position para esta etapa.

Após a largada, Johnson se manteve firme na liderança, em uma bela demonstração da reação dos carros da Chevrolet, a muito cobrada pelos torcedores da categoria.

A primeira bandeira amarela da prova veio na volta 14, por conta da rodada de Erick Jones (20), da equipe Joe Gibbs.

No momento dos pit stops, Denny Hamlin (11), que vinha entre os ponteiros, é punido por excesso de velocidade.

Ao fim, o atual campeão Joey Logano (22) conquista a liderança e cruza na frente a meta do primeiro segmento da prova.

Com a bandeira amarela provocada pelo acidente de Kyle Larson (42), Denny Hamlin finalmente recupera a volta de desvantagem que tinha para com o líder, após a punição que sofreu.

Sem trocar pneus, Hamlin assume a liderança e se mantém firme, até cruzar receber na frente a bandeira quadriculada verde e branca, vencendo o segundo estágio da competição.

Mas as coisas pareciam não dar certo.

Em mais um pit stop, Hamlin foi punido novamente, desta vez, por conta de um pneu descontrolado e teve que relargar no final do pelotão.

Com um ritmo muito forte, fazendo ultrapassagens e se aproveitando das falhas e problemas dos demais pilotos, Hamlin vinha conquistando várias posições, até que, após o término último ciclo de paradas estava finalmente de volta a liderança da prova.

Depois de todos os percalços pelos quais passou na prova, Denny Hamlin (11) mantém na liderança o seu Toyota Camry da equipe de Joe Gibbs e cruza na frente a linha de chegada, vencendo com mérito a etapa do Texas.

Na segunda colocação cruzou o piloto do Ford Mustang Clint Bowyer (14) e, em terceiro concluiu a prova seu companheiro de equipe, o mexicano Daniel Suarez (41).

Este foi o segundo triunfo de Hamlin nesta temporada que, garantidíssimo nos playoffs, deu um basta em todos os críticos que diziam que ele deveria deixar a categoria e ser substituído por alguém mais jovem.

O que não mudou (ao menos por enquanto), foi a hegemonia que vem sendo exercida pelas equipes Penske e Joe Gibbs que, embora com pilotos diferentes, venceram todas as corridas desta temporada.

OPINIÃO:

Foi com absoluto prazer que, após os comentários efetuados na semana passada NASCAR MONSTER CUP – BRAD KESELOWSKI CONQUISTA SUA SEGUNDA VITÓRIA NA TEMPORADA EM MARTINSVILLE!, pudemos finalmente presenciar uma grande reação dos carros que se utilizam dos motores da marca Chevrolet mostrando significativas melhoras de rendimento nesta etapa do Texas.

Vimos Jimmie Johnson (48) conquistando a pole position, ao lado de seus companheiros de equipe Hendrick, William Byron (24) e Chase Elliott (9), liderando várias voltas e, ao fim, ainda conquistando uma honrosa posição no top 5 da prova.

Vejo, nessa nova reação, não só uma participação mais direta desta lenda viva da NASCAR, mas também a sinalização de que outros pilotos de muito gabarito, em um futuro próximo, estarão trazendo a marca da chevrolet para o pelotão da frente, brigando de igual para igual por vitórias.

A reboque desta evolução podemos citar as participações de Austin Dillon (3) nas provas deste ano e que, mesmo com a mecânica da Chevrolet, obteve resultados muito bons, demonstrando franca evolução como piloto e dando aos espectadores o gostinho de ver o tradicional número 3 que pertenceu ao grande Dale Earnhardt voltando a ocupar posições significativas dos pilotos.

Com isso tudo, ao final, quem ganha de verdade é o torcedor, uma vez que, com a melhora de equipamento de vários pilotos, estes tendem a vir para a frente e conquistar vitórias, transformando o que já era muito bom em uma disputa excelente.

A próxima etapa da Monster Energy NASCAR Cup Series acontecerá no dia 01/04, no pequenino circuito oval de 0,5 milha de Bristol, o último grande Coliseu.

Até lá!

Alex Leonello Teixeira

Twitter: @alexleonello

Fonte: Divulgação/Internet

3 Responses

  1. Super análise! Completa! Só lamento, a Chevrolet estar ajustando seus carros, durante o campeonato. A sensação, é de que, a disputa vai acontecer mesmo, entre as equipes Penske (Ford) e Gibbs( Toyota). Aguardar, para ver a Chevrolet mais competitiva, ainda nesse ano!

    1. Grande Margot.
      É verdade. Sua análise, como sempre, é perfeita.
      No início da temporada eu era capaz de apostar que a Chevrolet sairia na frente após uma temporada mediana em 2018, por ter aprendido com os erros.
      Mas não foi bem assim e parece que a evolução vai ser mesmo em 2019.
      Johnson tem bom retrospecto em Bristol, Elliott está evoluindo cada vez mais e Dillon amadurecimento eu bastante.
      Aguardemos…
      Obrigado pelo carinho.

  2. Excelente resumo do que foi a corrida do Texas, com real análise de cenário do momento de forças das equipes!! Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *