Nas- Últimas Notícias

NASCAR Monster Cup – Erros dos concorrentes e competência própria marcam o bicampeonato de Kyle Busch

Para encerrar o final de semana de muita decisão e com rodada tripla na NASCAR, a Monster Energy Cup Series, no dia 18/11, foi a última a ter seus carros na pista oval de 1,5 milhas de Homestead-Miami, situado no estado norte americano da Flórida.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: A detailed look at the Monster Energy NASCAR Cup Series Championship trophy prior to the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jared C. Tilton/Getty Images)

Revisão Francisco Brasil

Só que esta não era uma etapa qualquer, mas sim o Clímax do final de semana, onde seria finalmente revelado o grande campeão da temporada de 2019 da categoria mais importante do automobilismo dos Estados Unidos.

Para esta grande disputa chegaram a Homestead como finalistas os pilotos Kevin Harvick (4), Denny Hamlin (11), Kyle Busch (18) e Martin Truex Jr. (19) e, como se sabe, quem chegasse à frente seria o grande campeão.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: (L-R) Kyle Busch, driver of the #18 M&M’s Toyota, Kevin Harvick, driver of the #4 Busch Light Ford, Denny Hamlin, driver of the #11 FedEx Express Toyota, and Martin Truex Jr., driver of the #19 Bass Pro Shops Toyota, poses for a Championship Four photograph before the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jonathan Ferrey/Getty Images)

A participação destes pilotos representa a força da equipe de Joe Gibbs que chega a esta etapa decisiva com três de seus quatro pilotos vivos na disputa.

São, em verdade, 3 Toyota Camry contra um único Ford Mustang da equipe Stewart-Haas Racing, guiado pelo campeão de 2014, Kevin Harvick.

Aliás, o único piloto finalista que ainda não possui título na categoria é Denny Hamlin, uma vez que, além da mencionada conquista de Harvick, Kyle Busch é o campeão do ano de 2015 e Martin Truex Jr o de 2017.

Ou seja, ao final desta etapa teríamos um novo campeão ou um bicampeão da categoria.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: A general view of the trophy during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Chris Graythen/Getty Images)

Com a chuva dando as suas caras no final de semana, os treinos classificatórios não puderam ser realizados e Denny Hamlin (11), por posição no campeonato, herdou a pole position.

Para apimentar ainda mais esta grande final, os 4 candidatos ao título da temporada partiram nas 4 primeiras colocações do grid.

Com o pano verde finalmente agitado, Denny Hamlin logo é superado por Kevin Harvick (4), que abre boa diferença para os demais.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Kevin Harvick, driver of the #4 Busch Light Ford, and Denny Hamlin, driver of the #11 FedEx Express Toyota, lead the field at the start of the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images)

Depois de minar toda a vantagem que Harvick possuía, Truex se aproxima e o ultrapassa na volta 21, tornando-se o novo líder da prova.

Os pit stops em bandeira verde começam a acontecer a partir da volta 37 e, uma vez completado o seu ciclo, a liderança se manteve com Truex.

Impondo um ritmo alucinante, Martin Truex Jr. chega a colocar uma volta no 14° colocado e segue tranquilo para vencer o primeiro estágio da competição.

A relargada se deu com Truex ainda na primeira colocação e ensaiou um início de disputa com Kyle Busch, mas consegue se manter na ponta.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Kyle Busch, driver of the #18 M&M’s Toyota, races Martin Truex Jr., driver of the #19 Bass Pro Shops Toyota, during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images)

Kyle Busch e Kevin Harvick proporcionaram uma longa e excelente disputa pela terceira colocação.

Na volta 118 as paradas nos boxes começaram a ser realizadas novamente sob bandeira verde e, ao final do ciclo, Kyle Busch passa a ser o primeiro colocado, com Larson em segundo.

Mas, derrubado pela própria equipe, Martin Truex Jr. foi obrigado a retornar aos boxes devido ao fato de sua equipe ter colocado os pneus de seu carro com os lados inversos, o que o fez perder uma volta com relação ao líder.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Martin Truex Jr., driver of the #19 Bass Pro Shops Toyota, pits during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images)

Na volta 137, após a perda de controle do carro por parte de John Hunter Nemechek (36), a primeira bandeira amarela da prova é acionada e Truex conquista o free pass, retornando à volta do líder e se reincluindo na disputa.

Os ponteiros aproveitaram a oportunidade para buscar os boxes, sem alteração na liderança da prova.

A relargada se deu na volta 143 e, já na volta seguinte Harvick ultrapassa Kyle Busch e assume novamente a liderança da prova.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Kyle Busch, driver of the #18 M&M’s Toyota, races Kevin Harvick, driver of the #4 Busch Light Ford, during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Sean Gardner/Getty Images)

Kyle Busch recupera a primeira posição após ultrapassar Harvick na volta 157 e, assim, cruzar na frente a linha de chegada para vencer o segundo segmento da prova, com Truex já na quarta colocação.

A relargada se deu na volta 167, com a liderança ainda nas mãos de Kyle Busch e, mais uma vez, os finalistas ocupavam as quatro primeiras colocações.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Kyle Busch, driver of the #18 M&M’s Toyota, drives during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jonathan Ferrey/Getty Images)

Denny Hamlin ainda tenta a ultrapassagem, mas o piloto do carro 18 consegue se sustentar na liderança e abrir uma pequena vantagem.

E as paradas nos boxes para reabastecimento e troca de pneus volta a acontecer sob bandeira verde, a partir da volta 209, onde Harvick foi o último a parar e, ao fim das mesmas, Kyle Busch permanecia na frente.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Denny Hamlin, driver of the #11 FedEx Express Toyota, pits during the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Brian Lawdermilk/Getty Images)

Um adesivo colocado de forma equivocada no carro de Denny Hamlin fez com que a temperatura de seu Toyota Camry fosse elevada as alturas, obrigando-o a retornar aos pits e perder uma volta com relação aos líderes.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 17: Kyle Busch, driver of the #18 M&M’s Toyota, takes the checkered flag to win the Monster Energy NASCAR Cup Series Cahmpionship and the Monster Energy NASCAR Cup Series Ford EcoBoost 400 at Homestead Speedway on November 17, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jonathan Ferrey/Getty Images)

A bandeira amarela esperada por Kevin Harvick e Denny Hamlin não aconteceu e Kyle Busch  (18) só precisou administrar sua vantagem até cruzar na frente a linha de chegada, vencer a final em Homestead e conquistar o bicampeonato da categoria.

Na segunda colocação chegou Martin Truex Jr (19) e, em terceiro, completou o top 3 da equipe de Joe Gibbs, Erik Jones (20).

OPINIÕES

Opinião de Alex Leonello

“Desde pouco depois do início da prova já era visível a superioridade daqueles Toyotas da equipe de Joe Gibbs sobre o Ford Mustang de Kevin Harvick.

O primeiro domínio se deu com Martin Truex Jr., que teve quase que distribuir lunetas a seus competidores a fim de que os mesmos pudessem vê-lo, tendo em vista a enorme distância que conseguiu abrir para os demais.

Mas Truex não contava com um erro tão primário de seu time, ainda mais em uma final de campeonato.

Em uma equipe como a Joe Gibbs, que colocou nada menos do que 3 de seus carros na final do campeonato, é absolutamente inadmissível um erro tão primário quanto o que submeteu Truex Jr. que, naquele momento dominava com sobra a corrida.

O mesmo se pode dizer sobre o ocorrido com Denny Hamlin, onde a colocação afobada de um adesivo que visava um melhor aproveitamento do motor fez com que o mesmo literalmente fervesse, obrigado o retorno do piloto aos boxes e afastando por completo suas chances de título.

Sem ficar muito atrás, a Stewart-Haas Racing de Kevin Harvick, sonhando com a possibilidade de uma bandeira amarela, talvez, retardou ao máximo a sua entrada nos boxes, deixando-o muito afastado de seus rivais e no aguardo de uma intervenção que, ao fim, jamais ocorreu.

Aliás, por falar em intervenções, vale apontar que está prova, em especial, contou com apenas uma bandeira amarela efetiva, visto que as demais foram programadas ao final dos dois primeiros segmentos.

Com isso, vê-se que a disputa foi, de certa forma, bastante morna, se comparadas as finais dos anos anteriores.

Dos erros de equipes que vimos, o único recuperável foi onde Martin Truex que, ainda assim, não foi o suficiente para segurar o ímpeto de Kyle Busch, em busca de seu segundo título.

Depois de um jejum de vitórias, Busch conseguiu vencer na que mais importava, a última, levando para casa o caneco do campeonato de 2019 da Monster Energy NASCAR Cup Series, principal categoria do automobilismo norte americano.”

Opinião de Francisco Brasil

“Venceu quem errou menos! Simples assim. Kyle Busch foi o mais regular durante a prova e sua equipe fez o “arroz com feijão” de maneira correta, sem sustos, diferente de seus companheiros.

Truex tinha tudo pra levar o título até o erro grotesco da troca de pneus, assim como Hamlin cresceu bastante no decorrer da disputa até o erro que fez seu carro ferver.

Já Harvick não foi vítima de um erro simples: ele tinha que arriscar algo diferente para sobrepujar seus adversários e tentou algo que não deu certo ao tentar esticar ao máximo o penúltimo stint dos pneus.

A corrida em si deixou muito a desejar tendo em vista a maioria das provas da temporada, com poucas disputas pra valer, e deve piorar na decisão do próximo ano em Phoenix, se a prova for como esse ano: um marasmo.

Parabéns à Kyle Busch e sua equipe que souberam como nenhum outro manter um trabalho correto e competente quando mais precisavam.

À título de curiosidade, se o campeonato todo fosse de pontos corridos, o título seria de Joey Logano por 9 pontos a mais que Kyle Busch e Kevin Harvick.

Opinião Marcos Amaral

“Chegamos a última prova da Monster CUP e quem levou?, Kyle Busch, que não vencia a apenas 21 provas e exatamente na última foi lá e levou o troféu, isso é a NASCAR!!

Gostaria de fazer um apelo para a Joe Gibs, “Troquem seus Mecânicos”, não é possível que na etapa mais importante da temporada, trocam as posições dos pneus do carro de Martin Truex Jr., na minha opinião é inadmissível isso acontecer e justamente para um piloto que era favoritissimo ao título de 2019.

Mesma coisa com Denny Hamlin, como pode colocar uma fita a mais no carro para dar mais potência e o carro superaquecer a ponto de parecer uma panela de pressão prestes a explodir.

Kevin Harvick infelizmente não teve uma temporada favorável, o “The Closer”, não conseguiu botar pressão no esquadrão Gibs.

Enfim chegamos ao fim da temporada 2019, um temporada que começou com muitas dúvidas, com relação às novas regras de pacotes aerodinâmicos e potências, mas conforme foi rolando o campeonato, ajustes foram feitos e tivemos um campeonato sensacional na reta final.

Parabéns a NASCAR, que 2020 venha com muitas disputas e com a chegada de jovens talentos o campeonato vai ser sensacional, juntando os jovens com os veteranos.

Que venha 2020!!”

RESULTADOS FINAIS

Ao ser agitada a bandeira quadriculada preta e branca desta prova, colocou-se fim aos campeonatos das três principais categorias da NASCAR no ano de 2019.

Na Monster Cup, o campeonato restou definido assim:

Campeão – Kyle Busch (18).
Vice-campeão – Martin Truex Jr. (19).
3° Lugar – Kevin Harvick (4).
4° Lugar – Denny Hamlin (11).

Foto Twitter/Nascar

A Monster Energy NASCAR Cup Series volta no ano que vem, no dia 16/02/2020, na tão tradicional Daytona 500, mas a equipe do PLANETA VELOCIDADE estará de olho e informando seus leitores sobre notícias e novidades.

Até breve!

 Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Foto destaque Jonathan Ferrey/Getty Images)

One Response

  1. Nascar e só o que muito me interessa infelizmente este ano não pude ir a final , mas ano passado fui várias corridas inclusive a grande final !!
    Torcedor. Dos Toyota Kyle BUSH !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *