Nas- Últimas Notícias

NASCAR Xfinity Series – Tyler Reddick vence em Miami para se tornar bicampeão da categoria.

Depois da decisão da Truck Series, onde Matt Crafton sagrou-se tricampeão da categoria, o dia 16/11 foi reservado para que entrassem na mesma pista de 1,5 milhas de Homestead-Miami, os carros da Xfinity Series, para que esta também pudesse disputar a sua grande final da temporada.

Foto Jared C. Titon | Getty Images

Revisão Francisco Brasil

Neste caso, os pilotos que disputaram o título eram Tyler Reddick (2), atual campeão da categoria; Cole Custer (00); Christopher Bell (20); e Justin Allgaier (7).

Como nos é sabido, qualquer um destes 4 finalistas que chegasse à frente dos demais ao final da corrida, seria imediatamente declarado como o campeão da temporada de 2019.

Com sede de vitória (e de título), Tyler Reddick garantiu a pole position e conquistou o direito de partir da posição de honra no grid de largada.

It’s a high-five of poles for Tyler Reddick in 2019 – Photo Jared C. Tilton | Getty Images

Após a bandeira verde tremular em Homestead, foi dada a largada da prova e Reddick se manteve forte na liderança, defendendo seu título, mas sendo seguido de perto por seu concorrente direto, Cole Custer.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 16: Tyler Reddick, driver of the #2 Tame the Beast Chevrolet, takes the green flag to start the NASCAR Xfinity Series Ford EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway on November 16, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Sean Gardner/Getty Images)

Não demorou muito para que a primeira bandeira amarela fosse acionada, devido a espetacular rodada de Ray Black Jr (07), ocorrida após um estouro de motor.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 16: Ray Black II, driver of the #07 ISOKERN Fireplaces & Chimneys Chevrolet, blows his engine during the start of the NASCAR Xfinity Series Ford EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway on November 16, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Sean Gardner/Getty Images)

Mal a prova foi reiniciada, Tyler Mathews (15) sofre um estouro de pneu e encontra o muro, causando a necessidade de uma segunda intervenção na pista.

Enquanto Reddick e Custer abriam boa diferença para os demais, Bell vinha pelo quarto posto e Allgaier se esforçava para se manter entre os 10 primeiros.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 16: Tyler Reddick, driver of the #2 Tame the Beast Chevrolet, leads the field during the NASCAR Xfinity Series Ford EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway on November 16, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Sean Gardner/Getty Images)

A terceira bandeira amarela veio por conta de detritos na pista e vário pilotos aproveitaram a oportunidade para buscar os pits, inclusive Reddick e Custer.

Com a relargada, o líder passa a ser Chase Briscoe (98), que suportou bem os ataques de Custer e cruzou na frente a linha de chegada para vencer o primeiro segmento da prova.

A relargada teve Briscoe na primeira colocação, mas quem se destacou mesmo foi Austin Cindric (22) que partiu do 12° lugar para ocupar a primeira colocação da prova, depois de poucas voltas.

Chase Briscoe won Stage1 and locked up Sunoco Rookie of the Yeasr honors in the Sfinity Series. Photo Sean Gardner | Getty Images

A esta altura da prova ficou claro que os pilotos que haviam aproveitado a última bandeira amarela do segmento anterior para reabastecimento e troca de pneus não haviam feito um bom negócio, uma vez que os carros perdiam muito rendimento na pista.

Por conta de um furo no pneu traseiro direito de seu Ford Mustang, Cole Custer retornou aos boxes e, com uma parada lenta, voltou com 1 giro de desvantagem para os líderes.

Andando forte, Cole Custer ultrapassa o líder e recupera a volta perdida, colocando-se novamente em situação de disputa de título.

Logo depois, um acidente envolvendo Justin Halley (11) e Harrison Burton (18) provocou uma nova bandeira amarela na volta 90 e, sob tal condição, Austin Cindric não enfrentou dificuldades para cruzar na frente a linha de chegada para conquistar a vitória do segundo estágio da competição.

Christopher Bell relarga na ponta, mas logo é ultrapassado por Noah Gragson (9).

Noah Gragson leads during the EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway. Photo Brian Lawdermilk | Getty Images

Uma nova bandeira amarela é acionada após um grande detrito que caiu de um remendo da traseira do carro de Justin Halley se soltar na pista.

Reddick relarga muito bem, vindo para a segunda colocação e, na volta 105, assume novamente a liderança da prova.

Chase Briscoe acerta o muro e acaba provocando uma nova bandeira amarela, na volta de número 123.

Os pilotos aproveitaram a oportunidade para buscarem novamente os boxes e a liderança da etapa passou para as mãos de Christopher Bell.

Uma grande disputa entre Bell, Custer e Reddick se iniciou na volta 153, quando o atual campeão e piloto do Chevrolet Camaro número 2 voltava ser o ponteiro, seguido de perto por Custer.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 16: Cole Custer, driver of the #00 Haas Automation Ford, and Tyler Reddick, driver of the #2 Tame the Beast Chevrolet, race during the NASCAR Xfinity Series Ford EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway on November 16, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jared C. Tilton/Getty Images)

Sem percalços, as paradas nos boxes foram realizadas sob bandeira verde, iniciando-se com Allgaier e com direito a erro de entrada nos pits por parte de Christopher Bell.

Com o ciclo de paradas encerrado, os finalistas voltam juntos e a liderança da prova, mesmo com o erro, passa a ser de Bell.

Na volta 168, Cole Custer e Tyler Reddick ultrapassam Christopher Bell em um “3 wide” e o piloto do carro 00 assume a liderança.

Sob forte pressão, Cole Custer toca algumas vezes no muro e Reddick, depois de uma boa disputa, finalmente conclui a ultrapassagem, na volta 182, para assumir a liderança da prova.

Restando apenas 13 voltas para o fim, Justin Allgaier encontra o muro, evita a bandeira amarela mas dá adeus as suas chances de título.

HOMESTEAD, FLORIDA – NOVEMBER 16: Justin Allgaier, driver of the #7 BRANDT Professional Agriculture Chevrolet, races during the NASCAR Xfinity Series Ford EcoBoost 300 at Homestead-Miami Speedway on November 16, 2019 in Homestead, Florida. (Photo by Jared C. Tilton/Getty Images)

Em uma excelente exibição e com um grande equipamento Tyler Reddick (2) recebe na frente a bandeira quadriculada para vencer na grande final e se sagrar bicampeão da Xfinity Series.

Na segunda colocação chega Cole Custer (00), conquistando assim o vice-campeonato e, em terceiro, concluiu o top 3 da prova Chase Briscoe (98).

Cole Custer came up short of beating Tyler Reddick for the Xfinity Series Championship for the second straight year. Photo Alejandro Alvarez | NASCAR Digital Media

OPINIÕES

Opinião Alex Leonello

Ao contrário do que havia acontecido na prova da Truck Series, onde poucos esperavam a conquista do tricampeonato por parte de Matt Crafton, na grande final da Xfinity Series prevaleceu a lógica que se mostrou evidente durante todo o campeonato e o título desta temporada ficou novamente nas mão de Tyler Reddick, um dos três pilotos que brilhou durante todo o ano na categoria.

Sabemos que, junto com Christopher Bell e Cole Custer, formando o “big 3”, estas 3 jovens promessas que já estão de passagem comprada para a Monster Cup no ano que vem literalmente dominaram o campeonato, a ponto de ofuscar por inúmeras vezes a participação de pilotos mais experientes nas provas da Xfinity Series.

Esperava-se que um daqueles 3 grandes pilotos saísse de Homestead-Miami com o troféu do campeonato e assim foi, quando Tyler Reddick sagrou-se bicampeão (2018 e 2019).

Cole Custer e Christopher Bell bem que tentaram (e muito), mas Allgaier teve uma participação não tão expressiva na prova, evidenciando que o dia era mesmo de Reddick.

Ouso dizer que este campeonato da Xfinity Series foi um dos mais disputados nos últimos anos e passo a pensar o tamanho da falta que o estes três jovens talentos farão a partir da temporada que virá.

É claro que teremos Ross Chastain, Chase Briscoe, Noah Gragson, Austin Cindric, Harrison Burton e o próprio Justin Allgaier e espero eu que eles tenham tanto talento de sobra quanto se viu com esses garotos que se despedem rumo ao sol que representa a Monster Cup para o automobilismo norte americano.

E mal a temporada 2019 se foi já estamos com saudades e aguardando a de 2020.

Opinião de Francisco Brasil

“A recuperação de Custer foi espetacular, quase ofuscando o título de Reddick. Quase, pois a corrida sólida do #2 mostrou que o jovem piloto é mais que merecedor do título de bicampeão.

Já para Christopher Bell ficou o amargo sabor do “quase” novamente. Perder dois títulos seguidos para um piloto claramente talentoso deve doer demais.

Para Allgaier resta tentar o título novamente em 2020, sem a presença do Big 3, mas com um novo trio formado por Austin Cindric, Chase Briscoe e Ross Chastain prometendo mais uma grande temporada da Xfinity Series.

Opinião de Marcos Amaral

Chegamos ao final de mais uma temporada, temporada essa que podemos falar que foi fantástica, vendo três jovens pilotos lutando pelo titulo, e diga-se de passagem, já com lugares garantidos na categorias principal, a Monster CUP.

Tyler Reddick mostrou maturidade nesta corrida, pois nas corridas anteriores quase ficou de fora, por sua afobação em tentar decidir em apenas uma volta. Cole Custer e Christopher Bell, mas uma vez viram o campeonato sair de suas mais, mas para esses meninos é bom que eles vão aprendendo que não é só de vitórias que se torna um grande piloto.

Ja Justin Allgaier tem que sair logo dessa ma fase, esta devendo para o publico, ja que fez boas corridas, mas sempre no final seu carro perdia rendimento e via a corrida ir embora.

Que 2020 a Xfinity, continue com essa competitividade e traga nova safra de pilotos para abrilhantar mais ainda esta sensacional categoria que é a NASCAR.

Até 2020!”

RESULTADO DO CAMPEONATO

Com este resultado da última e decisiva prova de Homestead-Miami, o campeonato da Xfinity Series restou assim definido:

Campeão – Tyler Reddick (2).
Vice-campeão – Cole Custer (00).
3° Lugar – Christopher Bell (20).
4° Lugar – Justin Allgaier (7).

Foto Twitter/NASCAR_Xfinity

A próxima etapa da Xfinity Series ocorrerá apenas no dia 15/02/2020, no superspeedway com 2,5 milhas de extensão de Daytona, no estado norte americano da Flórida.

Mas estaremos juntos em muitas outras oportunidades.

Até breve!

 Alex Leonello Teixeira
Twitter: @alexleonello
Foto destaque Sean Gardner | Getty Images

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *