Planeta Giro #1 – Um bate papo rápido com os pilotos no tempo de uma parada nos boxes


Chegamos com mais uma novidade no Planeta Velocidade! Uma entrevista rápida com grandes pilotos do cenário mundial mostrando de forma objetiva como eles encaram suas carreiras e o automobilismo


 E para começar em grande estilo, convidamos o vencedor da Petit Le Mans na categoria GTLM do IMSA esse ano, e no Bicampeão da Stock Car Daniel Serra!

 

1 – Você vem de um bom campeonato na Stock e brigando para ser tri. Qual a fórmula para manter essa constância de resultados numa categoria tão equilibrada?

 Daniel Serra: “Acho que o segredo é o trabalho em equipe, a consistência que a gente tem durante esses anos de estar sempre bem. A gente nem sempre é o mais rápido no fim de semana, mas a gente tá sempre bem. Então, acho que essa foi a chave pra estar sempre disputando os últimos três campeonatos.”

 2 – Você está construindo uma carreira vencedora no Endurance, com direito a duas vitórias em Le Mans pelo WEC. Pretende fazer a temporada completa em 2020?

 DS: “O campeonato inteiro não, até porque o FIA WEC  temporada 19-20 já começou. Eu vou estar voltando sim pra fazer algumas corridas, ainda não está 100% definido, mas em breve vou divulgar onde e com quem.”

 3 – Ainda sobre Endurance, você acaba de ganhar a Petit Le Mans pelo IMSA. Qual a diferença entre a categoria americana e o WEC?

 DS: “Os carros são os mesmos nas duas categorias, tanto no WEC na categoria GT como no IMSA na GTLM. O formato das corridas acaba sendo um pouquinho diferente, já que nos Estados Unidos você tem sempre a chance de recuperar volta se tiver algum problema, então a disputa sempre vai até o finalzinho. Mesmo uma corrida longa acaba sendo definida na última hora, enquanto no WEC isso também pode acontecer, mas o formato de corrida acaba sendo um pouco diferente.

Se você tiver algum problema ou alguma coisa, fica difícil de recuperar. Mas são dois campeonatos super legais, com nível muito, muito alto e é super legal correr lá.”

 4 – Você já cogitou correr na Indy ou na Fórmula E? E o que vc acha da Nascar?

 DS: “Não, nunca cogitei correr nenhuma das duas. Acho que, pelo momento que estou na minha carreira, não tenho isso como ambição agora. Estou bem no turismo e no GT, e esse é meu objetivo.

E a Nascar, acho uma categoria legal, não acompanho muito. Acho legal pelo produto que ela é, pela quantidade de gente que acompanha e pelo show que eles dão, mas pra ser bem sincero, não acompanho muito não.

5 – Qual foi seu maior adversário nas pistas? E contra quem você gostaria de competir que ainda não teve oportunidade?

 DS: “Não sei falar quem foi o meu maior adversário, ainda mais correndo em diferentes campeonatos. Em cada lugar tem um, na Stock não dá pra falar só de um, são vários pilotos ali, disputando o campeonato. Ainda mais pela regularidade e pela competitividade do campeonato não dá pra falar um nome só.

Então, de verdade, não sei responder hoje ainda quem é meu maior adversário. Acho que ainda tenho bastante tempo pela frente e, quem sabe, quando terminar minha carreira posso responder isso.”


Marcos Amaral

Autor

Marcos Amaral

TAGS:
Stockcar
Danielserra
entrevista
planetagiro